Prefixos e sufixos em inglês

Conhecer os prefixos e sufixos em inglês pode ajudar muito no seu processo de aprendizagem. Afinal, eles definem boa parte da estrutura das palavras e são fundamentais para os estudos.

Nesse caso, nos referimos a morfemas que se juntam ao radical da palavra para formar um novo sentido ou, em alguns casos, manter o significado anterior.

Ficou complexo? Não se preocupe.

No decorrer deste artigo você entenderá tudo sobre o tema e pode tirar as suas principais dúvidas.

Leia até o final para entender o que são prefixos e sufixos em inglês e como eles funcionam na estrutura do idioma.

O que são prefixos e sufixos em inglês?

Para entender o conceito de prefixos e sufixos em inglês primeiro você precisa entender o que é um radical.

Basicamente o radical é a “raiz” da palavra, aquela parte que não sofre alterações e exprime o sentido geral do termo. É o que acontece, por exemplo, em ANTHROPology, misANTHROPe e philANTHROPy.

Perceba que todas essas palavras possuem o “anthrop” no meio. Esse é o radical da palavra e significa “pertencentes ao homem ou ao ser humano”. Os radicais no inglês, assim como os radicais latinos, geralmente têm origem no grego ou no latim.

Mas onde entram os prefixos e sufixos em inglês?

É simples, são aqueles morfemas que se juntam ao radical para dar um novo sentido a essa palavra. Aí é só pensar o seguinte:

  • Prefixo: vem antes do radical
  • Sufixo: vem depois do radical.

A maioria dos prefixos que vemos são do latim, como “magni”, que significa grande ou “minutia”, que é pequeno detalhe.

Em outras línguas, existem diferentes formas ou regras para representar esses prefixos, mas em inglês, são as letras que mudam ao lado da palavra raiz.

Como dito anteriormente, os prefixos e sufixos em inglês podem mudar ou manter o significado de uma palavra.

No entanto, o mais interessante é que ao memorizar esses morfemas você pode ampliar muito a sua compreensão do idioma.

Conheça os prefixos em inglês

Conhecer os prefixos e sufixos em inglês pode ajudar muito no seu processo de aprendizagem. Afinal, eles definem muito do significado das palavras e facilitam a compreensão.

Os prefixos são um tipo de afixo que é anexado a verbos, substantivos, adjetivos ou advérbios. O sufixo é um tipo de afixo que é anexado a verbos ou substantivos.

Fica mais fácil entender esses conceitos quando você efetivamente analisa frases formadas com ele. Então veja alguns exemplos de prefixos em inglês. Lembrando que o prefixo vem ANTES do radical da palavra.

1.    ANTI

O prefixo ANTI é bastante utilizado e se assemelha muito com a versão em português, inclusive mantendo a grafia exatamente igual em ambos os idiomas. O seu significado é “contra”, algo que não está em concordância com uma situação, ideia, acontecimento etc.

  • He is anti-war
  • – Ele é antiguerra;
  • She needs na antibiotic
  • – Ela precisa de um antibiótico;
  • He’s getting an anti-stress treatment
  • – Ele está fazendo um tratamento antiestresse.

Perceba que o anti tem sempre esse significado de combate, de algo que está contra alguma coisa que está acontecendo.

2.    DIS

O prefixo DIS significa o oposto de algo. É um prefixo que representa a negação ou a remoção de alguma coisa.

Para ficar mais claro, veja alguns exemplos:

  • I dislike her.
  • – Eu não gosto dela.
  • We need to disable the gates.
  • – Precisamos desativar os portões.

3.    IN, IM e IR

Esses prefixos são usados com a intenção de negativar uma palavra. Por exemplo:

  • Impossible – Impossível;
  • Incorrect – Incorreto;
  • Irregular – irregular (não regular);

4. RE

O prefixo RE indica uma repetição. Algo que precisa ser refeito, repetido.

  • Redo – refazer
  • Restudy – Reestudar;
  • Rewrite – Reescrever.

5. Un

O último prefixo que entra nessa lista de mais populares é o UN. O seu significado é atrelado a ideia de negação. Veja alguns exemplos:

  • Unnaceptable – inaceitável;
  • Unhappy – infeliz;
  • Unconfortable – desconfortável.

Viu só?

Os prefixos e sufixos em inglês ajudam a entender melhor a estrutura das palavras e até a memorizar os seus significados.

Leia também:

Conheça os sufixos em inglês

Já os sufixos, como dissemos antes, são aqueles fonemas que se juntam ao final da palavra.

Existem 7 sufixos que são especialmente importantes na hora de estudar inglês. Veja quais são:

1.    EST:

O sufixo est se junta ao radical para trazer uma ideia superlativa. Ele é usado, geralmente, em uma frase de comparação, como para dizer que algo ou alguém é “mais alto”, “maior”, “mais rápido”, etc. Veja alguns exemplos.

  • She has the biggest house in the neighborhood. – Ela tem a maior casa da vizinhança;
  • He is the tallest in the class – Ele é o mais alto da classe.
2.    ABLE:

Esse sufixo refere-se ao “AVEL” que usamos em português, como, por exemplo: adorÁVEL, aceitÁVEL, memorÁVEL etc.

  • His daughter is adorable – Sua filha é adorável;
  • This behavior is not acceptable here – Este comportamento não é aceitável aqui;
  • She has many collectable toys. – Ela tem muitos brinquedos colecionáveis.
3.    LY:

Já o LY é o equivalente ao sufixo “MENTE” em português, usado em palavras como: literalMENTE, realMENTE, frequenteMENTE etc.

  • I don’t normally dress like this. – Eu normalmente não me visto assim.
  • She usually arrives early. – Ela geralmente chega cedo;
4.    TION:

O TION é a versão em inglês do nosso sufixo “ÇÃO” usado em palavras como “ação”, “poluição”, “comunicação” etc.

  • Communication: Comunicação;
  • Discrimination: Discriminação;
  • Situation: Situação.
5.    FUL:

O FUL que está cheio, indica um excesso – que pode ser, inclusive, positivo. Por exemplo:

  • Careful: cuidadoso;
  • Powerful: Poderoso;
  • Colorful: colorido.
6.    LESS:

Na ponta contrária está o LESS, um sufixo que indica a falta de alguma coisa. Por exemplo:

  • Careless: descuidado;
  • Skilless: sem habilidades;
  • Sleepless: sem sono.
7.    TY:

Esse sufixo em inglês é o equivalente ao “DADE” e, português, usado em palavras como “atividade”, “realidade”, “normalidade” etc.

  • Ability: habilidade;
  • Realidade: reality;
  • Normalidade: normality.
8.    ER:

O ER é adicionado com a intenção de potencializar uma emoção ou uma sensação, dizer que a pessoa está “mais” do que aparenta. Por exemplo:

  • She is even happier – Ela está ainda mais feliz;
  • He got angrier with her. – Ele ficou mais zangado com ela.

Entender e estudar os prefixos e sufixos em inglês ajuda muito na hora de compreender as palavras e construir frases ou mesmo dialogar com outras pessoas.

Algumas regras relacionadas aos prefixos e sufixos em inglês

Existem algumas regras relacionadas ao uso de prefixos e sufixos em inglês que também podem ajudar na memorização e até no entendimento de como eles funcionam.

Estrutura da palavra:

É importante saber que os prefixos nunca alteram a estrutura do radical. Por exemplo: dislike, impossible, redo. Perceba que nesses casos a palavra original que ganhou o prefixo não sofreu nenhuma mudança, o fonema foi simplesmente adicionado.

Já nos casos dos sufixos em inglês podem ocorrer mudanças na estruturar do radical para que ele se encaixe. Por exemplo:

  • Happy: happier;
  • Angry: angrier;
  • Dance: dancing.

O uso do hífen nos sufixos e prefixos

O uso do hífen é raro principalmente nos casos de sufixos. Mas é claro que existem as exceções. Nos prefixos eles são um pouco mais comuns, embora não sejam obrigatórios na maioria dos casos.

Alguns dos prefixos que sempre exigem o hífen são “Ex”, “well” e “self”. Exemplos:

  • Ex-girlfriend;
  • Well-designed;
  • Self-conscious.

Também há obrigatoriedade do hífen quando o prefixo é adicionado a um substantivo próprio, como, por exemplo: afro-Asian, mid-Nick etc.

Já para os sufixos em inglês o uso do hífen é ainda mais raro. Algumas das poucas exceções são para o sufixo based e style:

  • Water-based;
  • Modernist-style.

Os prefixos e sufixos em inglês parecem complexos, mas a verdade é que depois que você os conhece e estuda fica muito mais fácil entender o significado das palavras a partir de sua estrutura.

É claro que para isso é importante estudar as regras e conhecer as exceções, no entanto, prefixos e sufixos são temas bastante amplos e você deve incluir essa matéria em seu planejamento de estudos e sempre retomar para aprender um pouco mais a respeito deles.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.