Pós-cirúrgico ou Pós cirúrgico

A palavra “pós” é um prefixo que denota “posterior”, ou seja, algo que vem depois. Embora seja muito utilizado, muita gente tem dúvidas sobre seu significado. Por exemplo, com relação ao pós-cirúrgico ou pós cirúrgico.

A palavra se refere justamente ao período após uma cirurgia, em que os pacientes precisam de cuidados específicos para se reabilitarem bem. Geralmente esse momento é bem delicado e repleto de recomendações médicas.

Mas, na hora de escrever a palavra, será que devemos ou não usar o hífen?

Hoje você vai descobrir qual é a forma correta de escrita desse termo, se pós-cirúrgico ou pós cirúrgico.

Descubra a forma correta: pós-cirúrgico ou pós cirúrgico

Antes de partimos efetivamente para a dica relacionada a isso, é importante falarmos sobre a regra de hifenização no português.

O hífen é o traço usado para separar duas palavras em um termo composto. Juntas elas adquirem um novo sentido. Uma das regras é a de que sempre que o prefixo for pós, pré ou pró, o hífen dele aparecer.

Assim sendo, entre pós-cirúrgico e pós cirúrgico escolhemos a primeira opção, aquela que acompanha o hífen. A forma correta de escrita é pós-cirúrgico.

Saiba também:

Posso escrever sem o hífen?

Também é comum que as pessoas fiquem na dúvida sobre escrever pós cirúrgico, sem o hífen, mas mantendo a separação das palavras, é certo ou errado. Esse prefixo – pós – é tônico e autônomo.

Nessa conjuntura, portanto, ele sempre deve ser acompanhado de um hífen.

Sabendo disso, basta decorar a regra. Toda palavra que começa com “pró”, “pós” ou “pré” deve acompanhar o hífen. Veja alguns exemplos a seguir.

  • Pré-nupcial;
  • Pré-treino;
  • Pós-graduação;
  • Pró-reitor;
  • Pré-escola.

Em todos esses exemplos o hífen não é apenas necessário, mas obrigatório. Decorando essa regra o português você não deve ter dificuldades para formular palavra compostas com o prefixo pós.

Afinal, o que é um prefixo

Como você pode ver, a regra de hifenização no português depende muito do prefixo ao qual estamos nos referindo. Por isso desperta essa dúvida, como por exemplo com relação ao pós-cirúrgico ou pós cirúrgico.

Para entendemos o que é um prefixo precisamos primeiro entender o radical. O radical é o cerne da palavra, aquela parte que é imutável e que tem relação direta com o sentido da palavra.

Veja um exemplo:

  • Cert-o
    cert-eza
  • Cert-eiro.

Perceba que todas essas palavras ter o “cert” como elemento em comum e é justamente ele que as relaciona, fazendo com que a gente entenda que elas possuem significados semelhantes ou correlacionados.

O prefixo é aquilo que é adicionado antes do radical com a intenção de atribuir um novo sentido. Da mesma forma, o sufixo é aquilo que vem depois do radical. No caso das palavras que usamos como exemplo anteriormente podemos citar um bom exemplo.

“In-Cert-Eza”

O prefixo “in” carrega muitas vezes o significado de privação ou negação. Nesse caso justamente ele nega a certeza, atribuindo um novo significado quando colocado em seu lugar antes do radical.

Não se confunda mais com os prefixos

É nesse mesmo lugar que se encontra o prefixo usado em pós-cirúrgico. Ele vem antes da palavra “cirúrgico” para denotar o que ocorre após aquele procedimento. Agora, quando estiver na dúvida sobre pós-cirúrgico ou poscirurgico lembre-se sempre de usar o hífen e acentuar o prefixo.

E, aí gostou do artigo? Compartilhe nas redes sociais!

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.