“Passo a passo” ou “passo-a-passo

Passo a passo

O uso do hífen costuma causar bastante dúvidas. É normal se perguntar se você deve escrever passo a passo ou passo-a-passo, por exemplo, utilizando o traço para separar cada palavra.

A melhor forma de tirar essa dúvida é entendendo primeiro algumas regras do português e compreendendo quais normas regem a utilização do hífen em nosso idioma. Então, se essa é uma dúvida que você tem, fique de olho até o final e descubra como escrever corretamente.

Sumário

O certo é passo a passo ou passo-a-passo?

Na dúvida entre passo a passo ou passo-a-passo o correto é escrever sem o hífen, ou seja, passo a passo.

Portanto, se utilizar a escrita passo-a-passo estará errada. Isso ocorre porque há uma regra no português que determina que não devemos usar hífen em locuções, sejam elas substantivas, adjetivas, adverbiais, entre outras.

Passo a passo, por sua vez, é uma locução substantiva. Ela é utilizada opara indicar algo que ocorre gradualmente, em etapas. Também pode indicar algo que será detalhado.

Afinal, o que é uma locução substantiva?

Agora que você já tirou a sua dúvida sobre passo a passo ou passo-a-passo é hora de entender um pouco melhor a estrutura dessa expressão.

Como dissemos antes, se trata de uma locução substantiva. As locuções são formadas por duas ou mais palavras que cumprem uma mesma função.

Quando falamos especificamente de uma locução substantiva, essas palavras cumprem o papel de um substantivo. Além de passo a passo, outras locuções desse grupo são:

  • Anjo da guarda;
  • Cesta básica;
  • Sala de Jantar;
  • Fim de semana;

Em todos esses casos o uso do hífen não somente dispensável, como também não é correto. Por isso não devemos nunca escrever passo-a-passo ou anjo-da-guarda.

Conteúdo recomendado:

Locução substantiva x substantivo composto

Você com certeza já percebeu que o nosso idioma possui uma das gramáticas mais difíceis e algumas regras que realmente são bem complexas.

Com relação aos substantivos compostos e suas diferenças sobre locuções substantivas, por exemplo, acontece algo assim. As diferenças são indefinidas e bem subjetivas.

No geral, sabemos que o hífen não é empregado em Locuções Substantivas. Isso foi determinado no Novo Acordo Ortográfico. Também ficou decretada a retirada do hífen de alguns substantivos compostos.

Por isso, termos como “audio-visual” e “passa-tempo” foram transformados em “audiovisual” e “passatempo”, ganhando uma nova grafia aceita como correta.

Porém, existem muitos estudiosos que não entram em acordo com relação a alguns substantivos compostos.

Por exemplo, alguns acreditam que pôr-do-sol é um substantivo, e outros consideram que é uma locução. Como locução, portanto, não devemos usar o hífen, escrevendo “pôr do sol”.

Esse é mais um daqueles problemas que a língua portuguesa nos reserva. Mas, sobre passo a passo ou passo-a-passo não há qualquer dúvida: devemos excluir o hífen e escrever somente as palavras, sem a utilização do separador.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.