Ler em inglês: desenvolva essa habilidade

ler em inglês

Se você acha que ler em inglês é uma tarefa extremamente difícil ou uma habilidade impossível de ser adquirida está completamente enganado.

Com um pouco de treinamento e esforço você pode, sim, se tornar fluente na leitura de textos em inglês.

A leitura é uma das práticas mais importantes para os estudos do idioma.

Através dela você consegue enriquecer o seu vocabulário e se familiarizar com o inglês, facilitando a compreensão na língua falada.

Pensando nisso, preparamos uma lista com dicas ótimas para quem quer aprender a ler em inglês e não sabe nem por onde começar.

Acompanhe os pontos a seguir e descubra como melhorar os estudos e potencializar o aprendizado.

Aprenda a ler em inglês com dicas simples

Chegou a hora de aprender a ler em inglês. Para isso, veja quais são as melhores dicas que separamos e aprenda a usar os textos para melhorar a sua compreensão do idioma e aumentar a assimilação de aprendizado.

Leia frases ao invés de palavras:

Um dos erros mais cometidos por quem pretende aprender a ler em inglês é o de tentar ler palavras isoladas ao invés de formar frases. Mas essa é uma escolha bastante ineficaz e que pode atrasar muito os seus estudos.

Pense no aprendizado de inglês exatamente como ocorre quando está aprendendo a sua língua materna. Você começa a ler pequenas frases, compostas por palavras simples. Assim consegue assimilar mais facilmente a leitura.

Para frases grandes, tente dividir a sentença:

Ainda que não seja indicado ler palavras isoladamente, você pode “quebrar” as sentenças para melhorar a sua compreensão.

Quando a frase é muito grande, tente entender por partes, traduzindo aquilo que lhe é familiar e buscando ajuda do dicionário para termos que você não conhece.

Pegue A Ideia Do Texto

Você já ouviu o termo “get the gist”? Ele pode ser traduzido como “pegue a essência” e é justamente essa a ideia central que deve ser seguida por quem pretende aprender a ler em inglês.

Ao invés de focar na tradução, foque na compreensão.

Ou seja, não tente saber o que literalmente significa cada palavra. É mais eficiente para os estudos tentar entender, de modo geral, a mensagem passada pelo texto.

Muitas palavras podem não fazer sentido no momento em que você lê, mas ganham significado no contexto geral do conteúdo.

Por isso o primeiro passo é bater o olho no texto e tentar entender a mensagem.

Depois vá refinando a tradução, procurando ajuda de tradutores e dicionários e buscando entender a fundo o que significa.

Mas quando você consegue “get the gist” com facilidade já está no caminho da sua fluência em leitura.

Get the Gist of a Text
Escolha textos para seu nível de inglês:

Outro erro cometido por estudantes que querem ler em inglês é selecionar textos que não são compatíveis com seus níveis.

É muito importante, sim, se desafiar e tentar compreender coisas mais avançadas e mais difíceis.

Porém, você deve priorizar textos que estejam no mesmo patamar de seus estudos atuais.

Não adianta um iniciante pegar um texto de alta complexidade e tentar ler.

A dificuldade será tão grande que provavelmente ele se sentirá mais frustrado do que realmente satisfeito com o resultado.

Inclusive, não tenha vergonha de apostar em conteúdos infantis se você está começando a estudar inglês agora. Para quem ainda não tem qualquer familiaridade com o idioma, essa pode ser uma boa aposta para ler em inglês.

Outra dica é iniciar por conteúdos mais informais.

Textos técnicos podem ter um grau de dificuldade elevado e demandam maior experiência na leitura. Para iniciar opte por sentenças menores e palavras mais familiares.

O que é e como usar a “tradução livre”?

O termo “tradução livre” é muito utilizado e se refere a uma tradução que não tem finalidade oficial. Ou seja, ela é feita considerando a melhor adaptação, e não exatamente a tradução literal.

A tradução livre tira um pouco da dependência da tradução literal e faz com que você ganhe mais autonomia em seus estudos.

Isso é ótimo para ajudar a evoluir e criar autonomia na hora de ler em inglês, diminuindo o medo de “errar”.

Na tradução livre procura-se entender o contexto geral do texto.

Aproveite as diferentes mídias

A internet é uma grande aliada para quem decide aprender um novo idioma. Através dela você pode ter acesso aos mais variados tipos e formatos de conteúdos.

Nesse contexto, utilizar diferentes mídias para estudar inglês é uma opção bem interessante. Leia jornais, blogs, contos…passeie por diferentes linguagens para expandir ainda mais o seu conhecimento do idioma.

Leia em voz alta

Ler em voz alta te ajuda a treinar os três pilares do inglês: escuta, fala e compreensão. Então, solte a voz quando estiver estudando um texto! Quanto mais você pronuncia as palavras, menos estranhas elas soam e mais compreensíveis se tornam.

Quando usar o dicionário para estudar idiomas?

Essa é uma dúvida muito frequente entre os estudantes de inglês. O dicionário é, sim, um grande aliado para o seu aprendizado. Com ele você pode ampliar o vocabulário e compreender a aplicação de diferentes termos.

Mas ele não deve se tornar um vício. A nossa orientação é sempre que tente entender o máximo possível sem usar o dicionário.

Somente depois, se realmente alguma coisa não fizer sentido, é que você deve procurar ajuda do dicionário em inglês.

Conteúdo recomendado:

Quanto mais, melhor

É muito comum que crianças em fase de aprendizagem leiam tudo o que encontram pela frente. Cartazes, cartões, livros, vitrines…

A empolgação é tanta com essa nova descoberta que se torna impossível deixar de ler.

Você deve fazer o mesmo quando está estudando inglês.

Ainda que seja difícil, ou que alguma coisa não faça sentido na hora, leia tudo o que cair no seu colo em inglês.

A prática vai tornar a compreensão cada vez mais fluída.

É assim que aprendemos a língua materna – com a insistência e a repetição. É assim também que podemos dominar outros idiomas.

Carregue os seus estudos para o dia a dia mantendo o máximo de contato possível com o inglês.

Ler em inglês é possível e abrirá uma porta maravilhosa para seu crescimento pessoal, profissional e cultural.

Então, dedique-se para evoluir nesse e outros meios de comunicação do idioma.

Siga as nossas dicas e vamos rumo à fluência. FluencyGo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *