Conversação em inglês: técnicas para melhorar a fala

conversação em inglês

Evoluir a conversação em inglês é uma das coisas mais importantes para quem está estudando o idioma. E é também um dos maiores desafios.

É justamente nessa etapa que muitas pessoas acabam “empacando”, sem conseguir os resultados esperados. Com isso, ocorre uma desmotivação que pode comprometer o aprendizado.

O que muita gente não sabe é que existem técnicas para estudar conversação em inglês. Elas ajudam a destravar a fala melhorado consideravelmente o uso do idioma. Vamos conhecê-las?

Afinal, o que é conversação em inglês?

Como o próprio nome sugere, a conversação em inglês é a capacidade que as pessoas desenvolvem para se comunicar usando o idioma em sua forma falada. Envolve escuta e fala, portanto.

A conversação é uma etapa essencial. Efetivamente, é ela que prova a fluência em inglês. Mas, muitas pessoas se desenvolvem em escrita/ leitura e não treinam a fala.

Separamos algumas dicas essenciais para lhe ajudar.

Melhoras técnicas de conversação em inglês

Chegou a hora de conhecer algumas das melhores técnicas de conversação em inglês. Veja a seguir como você pode estudar em casa e praticar mesmo sem conhecer alguém que fale o idioma.

Pratique com tecnologia:

A tecnologia está a nosso favor. Através de elementos tecnológicos você pode evoluir muito no idioma. Para isso, escolha as ferramentas que mais fazem sentido para você.

Uma das formas de fazer isso é usar os aplicativos de mensagem. Primeiro, configure o idioma para inglês. Além de praticar a escrita, sempre que for mandar áudio para amigos e pessoas próximas, tente formular a frase em inglês e envie.

Mas, se tiver vergonha de fazer isso, crie um bate papo só com você mesmo! Basta criar um grupo com alguma outra pessoa depois exclui-la e ficar sozinho. Use essa página para enviar seus áudios diários em inglês.

Narre seu dia como se estivesse dando uma entrevista:

Não tem problema falar sozinho. Aliás, essa é a forma mais adequada de treinar se você ainda se sente travado em frente às outras pessoas.

Então, ao final do dia, antes de dormir, simule uma entrevista. Conte o seu dia em inglês, em voz alta, improvisando nas situações que não souber como narrar.

Se quiser, faça uma gravação em áudio e depois se escute, procure identificar onde precisa melhorar a pronúncia e reconheça também os pontos em que você está excelente.

Use sua série preferida para dialogar com os personagens:

Todo mundo tem aquela série que ama e que já decorou até as falas. Então, coloque para rolar e use o pause para responder a algumas frases. Assim você simula um diálogo.

Em seguida, dê o play e continue para ver se a sua resposta ficou parecida com a do próximo personagem que ia falar. Aproveite para prestar atenção na pronúncia e entender a construção das frases.

Leia em inglês em voz alta:

Muitas vezes o medo da conversação em inglês está atrelado, na verdade, a falta de familiaridade com o idioma falado. Para destravar isso tente ler em inglês em voz alta.

Pegue notícias na internet, histórias em quadrinhos ou o seu livro preferido e simplesmente…leia. Projete a voz e perceba como o idioma soa mais familiar a cada nova frase. É tudo uma questão de costume.

Não fuja das oportunidades de praticar sua conversação em inglês:

Para algumas pessoas o medo da conversação em inglês é tanto, que quando há a oportunidade de fazer isso, as pessoas simplesmente fogem. Não faça isso.

A única forma de se desenvolver é praticando. Ainda que bata aquela insegurança e aquele frio na barriga, saiba que ninguém vai te ridicularizar só por pronunciar algo errado. Leve os estudos com seriedade, mas com leveza também.

Sempre que tiver a oportunidade de conversar em inglês, o faça. Gaste o seu vocabulário e tente ampliar o número de palavras familiares.

Se não entender ou não souber como expressar alguma coisa busque ajuda, use gestos, depois estude uma frase que poderia ter lhe ajudado na ocasião.

Traduza as coisas ao seu redor:

Na infância, quando a criança está em fase de alfabetização e começa a prender a ler, é normal que saia lendo absolutamente tudo ao seu redor: placas, embalagens, livros, mensagens…tudo.

Faça isso com o inglês. Todas as frases que você enxergar em português, tente traduzir imediatamente. Em seguida, fale em voz alta a sua tradução.

Se ficar alguma dúvida, anote a sua versão e a frase em português e, assim que possível, traduza usando o Google Translate para confirmar se o seu raciocínio estava correto.

Busque conversar com nativos:

Existem diversos aplicativos – pagos ou gratuitos – onde você pode se reunir virtualmente com pessoas de outros países para treinar idiomas. Geralmente a troca é equivalente: você ensina português a um gringo que te ensina inglês.

Usar essas técnicas pode ajudar – e muito! – a evoluir e ampliara sua conversação em inglês. Aos poucos você sentirá mais familiaridade e conforto ao usar o idioma.

Ter frequência é crucial

O que realmente prejudica o aprendizado na conversação em inglês não é o medo ou a “falta de habilidades”. O maior empecilho é a falta de frequência.

Aprender um novo idioma requer contato diário com a língua de seu interesse. Alguns estudiosos afirmam que o ideal é manter um contato de pelo menos 70% do seu dia com o inglês.

Mas, como fazer isso?

As possibilidades são inúmeras. Procure ler, ouvir músicas e podcasts, assistir filmes e séries e, claro, falar em inglês todos os dias. Distribua post its com os nomes dos objetos em inglês e leia sempre que passar por eles.

Enfim, estimule o seu cérebro a pensar em inglês. Pode parecer forçado no começo, mas, gradativamente você sentirá isso fluir mais facilmente. Tenha paciência.

A conversação em inglês é uma etapa essencial para a sua fluência. Pratique, estude e tenha consciência de que você é absolutamente capaz de aprender. Celebre suas conquistas e busque sempre ampliar seu vocabulário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *