Contrarregra ou contra-regra

contrarregra ou contra-regra

Desde 2009, muitas palavras sofreram mudanças em sua grafia e até hoje ficamos na dúvida de como escrevê-las. É o que acontece com contrarregra ou contra-regra, que muita gente não sabe qual é a forma correta.

Uma das regras que entrou em vigor com a nova ortografia foi a de que palavras formadas por derivação prefixal a partir do prefixo contra, devem ser hifenizadas apenas quando o segundo termo começar com “a” ou “h”.

Mas o que isso significa? Vamos descobrir como essa regra se aplica neste post.

Descubra a forma correta: Contrarregra ou contra-regra

Como dito anteriormente, de acordo com a nova regra ortográfica, apenas é necessário o uso do hífen se o segundo termo que seguir o prefixo “contra” começar com a letra a ou h.

Portanto, entre contrarregra ou contra-regra o correto é a primeira, sem o hífen. Ou seja, a forma correta é contrarregra, com dois erres e sem hífen.

Afinal, a segunda palavra não começa com “h” ou “a”. Portanto, dispensa o hífen na escrita.

A palavra deve ser escrita junta e sem hífen. Porém, note que o “r” aparece duas vezes, ou seja, ele foi duplicado.

Isso ocorre por conta de outra norma do Acordo Ortográfico que diz que prefixos terminados em vogal e cuja segunda palavra começa com “r” ou “s” devem ter essas consoantes duplicadas.

Veja alguns exemplos de palavras em que isso acontece:

  • Contrarrevolução;
  • Contrarreforma;
  • Contrassenso;

Viu só? É por isso que entre contrarregra ou contra-regra você deve escolher a palavra inteira, sem hífen e com o “r” duplicado. Essa passou a ser grafia correta para o uso da norma culta do português a partir de 2009.

Leia também:

O que é um contrarregra?

O contrarregra é o profissional responsável por fazer as marcações de entrada e saída dos atores nos palcos de teatro.

Ele também trabalha nos bastidores de cinema e produções de TV.

É uma profissão de muito valor para a cultura e crucial para ajudar nas mudanças dos cenários e figurinos, colocar e tirar os móveis nos seus devidos lugares em cena e indicar o início de gravações.

Entenda o que é um prefixo

Inserir o hífen nas palavras depende do prefixo ao qual estamos nos referindo. Para ficar mais claro, porém, é preciso entender exatamente o que é prefixo e o que é um radical.

  • Radical: É a parte fixa, imutável da palavra. É onde se concentra o significado da palavra. E o radical pode tanto vir depois de um prefixo, quanto antes de um sufixo.

Por exemplo:

  1. In toler ante 
  2. Toler ância

Veja que tanto na palavra “Intolerante” quanto na palavra “Tolerância”,há um elemento em comum, o “toler”. E é justamente esse elemento o radical.

Já o prefixo é aquilo que é adicionado antes do radical com a intenção de atribuir um novo sentido. Da mesma forma, o sufixo é aquilo que vem depois do radical.

“In-toler-ante”

O prefixo “in” carrega muitas vezes um sentido negativo para a palavra. No caso de intolerante, um novo significado de dizer que a pessoa é o oposto de tolerante é aplicado.

Legal, né? Importante lembrar que dúvidas sempre vão existir, mas não se preocupe, é possível aprender de uma maneira divertida e descomplicada regrinhas como essas e muitas outras.

Agora que você já sabe o que escolher entre contrarregra ou contra-regra compartilhe essa informação com seus amigos e ajude outras pessoas a descobrirem mais essa informação sobre o idioma.

E aí, gostou do post? Então, divulga pra gente!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.