Como se diz pode fazer em inglês?

Pode fazer em inglês

A melhor forma de aprender inglês é investindo diariamente em ampliar o seu vocabulário e aumentar o número de palavras que você domina e saber empregar em uma frase sem dificuldades. Fazer isso, requer estudos e dedicação.

Porém, existem coisas que você pode fazer e coisas que você não pode fazer em inglês.

Mesmo para o mais aplicado dos alunos, é interessante saber quais são as possibilidades reais, em quanto tempo você pode alcançar a fluência – ou quase isso – e conhecer técnicas de aprendizagem que são úteis para qualquer idioma.

É pensando nisso que reunimos aqui algumas das informações mais importantes e relevantes para quem quer estudar inglês de verdade!

Vamos começar ensinando uma expressão nova e seguir com 5 mentiras que você precisa conhecer antes de começar a estudar o idioma.

Como falar ‘pode fazer’ em inglês?

A nossa intenção aqui é sempre ajudar os leitores a conhecer novas dicas para estudos e terminar o artigo aprendendo alguma palavra nova.

Hoje vamos explicar como se diz pode fazer em inglês.

Para dizer essa expressão em inglês você usa apenas a palavra “can”. Can é o equivalente do verbo “poder”.

Veja alguns exemplos para entender melhor a sua aplicação.

·       Ela pode pegar o que quiser. – She can take whatever she wants.

Leia também:

Ele já pode sair.

– He can leave now.

O mesmo serve para quando queremos dizer pode fazer em inglês. Veja exemplos com essa estrutura de frase.

  • Ele pode fazer o mestrado no próximo ano.
  • – He can do his master’s next year.
  • Ele pode fazer mais dessa receita no final de semana.
  • – He can make more of this recipe over the weekend.

Não há segredo. A palavra can adquire o sentido de “pode”, de autorizar alguém a realizar uma determinada ação, ou dar a essa pessoa o “poder” para isso.

Não pode:

Na outra ponta temos a negativa, as frases que desautorizam alguém de determinada ação. Nesse caso precisamos adicionar o não, que em inglês é “not”. Existem duas formas de fazer isso.

Você pode usar a expressão inteira “can not” ou abreviar, dando mais sonoridade e até mais fluidez para a expressão usando o “can’t”.

Veja alguns exemplos.

  • Você não pode comer isso.
  • – You can’t eat this.
  • Ela não pdoe gastar mais esse mês.
  • – She can’t spend more this month.

Conhecer a opção negativa facilita bastante a aplicação do “can”, ou seja do pode fazer em inglês em frases que querem dizer o contrário.

5 mentiras que te contam sobre aprender inglês

Depois de aprender mais uma expressão em inglês você agora conhecerá 5 mentiras que contam para estudantes que estão aprendendo o idioma.

1. É possível ser fluente em pouco tempo:

Podemos dizer que esse é o sonho de qualquer estudante. Aprender inglês em pouco tempo, sem precisar se dedicar muito. Mas infelizmente essa é uma mentira.

Um idioma é composto por uma série de estruturas gramaticais, regras e palavras que levam tempo para serem aprendidas. Não é possível obter proficiência em pouco tempo, com apenas alguns meses ou horas de estudos.

Se você parar para pensar, não há nenhum especialista, nenhum atleta de alta performance que consegue se formar em apenas algumas horas de dedicação. Aprender inglês demora, leva tempo, mas vale muito a pena.

2. A fluência é fundamental para aproveitar os benefícios:

Essa é outra mentira contada com frequência. Muta gente acredita que só pode usufruir do inglês quando for fluente. Por isso essas pessoas acabam deixando de aproveitar todo o processo de aprendizagem.

Sim, a fluência pode trazer inúmeros benefícios. Através dela você pode acessar conteúdos que são produzidos e divulgados exclusivamente em inglês. Mas não é só a fluência que serve.

Todos os níveis de inglês são bons e devem ser aproveitados. Valorizar o seu desempenho e a sua evolução nos estudos do idioma é algo muito importante para manter o foco.

3. Preciso fazer um intercâmbio para aprender inglês

Esse talvez seja um dos maiores – senão o maior – mito a respeito do aprendizado de inglês. O intercâmbio é, sim, uma experiência única, capaz de enriquecer muito os seus estudos e impulsionar a fluência.

Afinal, quanto mais tempo você convive com o idioma, mais familiar ele se torna. E nesse contexto a fluência se torna mais fácil e um caminho mais orgânico para o estudante.

Porém, é possível falar inglês sem fazer intercâmbio também. A grande diferença do intercâmbio é que ele obriga você a colocar em prática tudo o que aprende, diferentemente de quem estuda no Brasil.

Porém, também é possível desenvolver uma rotina em que você aumente o seu contato com o idioma e pratique mais inglês. Algumas dicas para ajudar nisso são:

  • Mude as configurações de seus dispositivos para inglês;
  • Assista séries e filmes com áudio e legenda em inglês;
  • Leia mais artigos e textos no idioma;
  • Escreva o nome dos objetos de sua casa em inglês e cole sobre eles com post its.;
  • Ouça podcasts e músicas em inglés todos os días.

São algumas dicas simples que quando aplicadas podem trazer ainda mais fluidez para o seu aprendizado, tornando a fluência possível mesmo para quem não quer ou não pode passar um tempo no exterior.

4. Gramática não é importante

A gramática é uma das partes mais chatas para quem está aprendendo um novo idioma. Isso porque é ali onde moram efetivamente as regras a respeito da língua.

Mas a estrutura gramatical é essencial para quem quer aprender um novo idioma e faz questão e entender a língua em todas as suas formas.

Se a sua intenção é apenas falar inglês, conversar sem travar, a gramática não é tão essencial. Para o texto escrito e para o uso adequado de ada palavra ela se faz, sim, fundamental.

Sem estudar gramática as chances de você falar e escrever errado são muito maiores. Não que haja um grande problema nisso quando você está aprendendo, mas se a ideia é falar um inglês bonito, a gramática deve estar no seu cronograma de estudos, sim.

5. A pronúncia não é importante

Para finalizar a nossa lista de mentiras que te contam quando você está aprendendo inglês, quem foi que disse que a pronúncia não é importante?

A forma como pronunciamos uma palavra pode mudar completamente a sua compreensão. Negligenciar isso não apenas vai complicar a sua conversação como também compromete muito a qualidade de seu inglês.

Treinar pronúncia é fundamental. Algumas dicas para conseguir evoluir e melhorar nesse sentido são:

  • Ouça podcasts e músicas em inglês;
  • Acompanhe os diálogos com legendas;
  • Repita em voz alta várias vezes a palavra.

Você só aprende a pronunciar corretamente quando treina muito bem o que chamamos de “listening”, que é a escuta atenta ao inglês. O listening é fundamental para que você entenda e aprenda as palavras.

Com essas dicas encerramos o conteúdo de hoje. Você pode fazer em inglês foi o termo que você aprendeu, mas também listamos dicas valiosas para ajudar nos estudos.

Lembre-se que aprender inglês é um processo. Não é possível conquistar a fluência da noite para o dia, mas cada passo e cada evolução devem ser celebrados na sua jornada rumo a proficiência.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.