Assistir televisão ou assistir à televisão

assistir televisão

A palavra “assistir” é um verbo que pode assumir diferentes funções semânticas, dependendo da frase que acompanha. Com isso, muitas pessoas podem ter dúvidas em relação à algumas expressões como assistir televisão ou assistir à televisão.

Descubra a seguir a maneira correta de se escrever e confira mais sobre verbos transitivos diretos e transitivos indiretos.

Sumário

Assistir televisão ou assistir à televisão: qual é a maneira correta?

A melhor forma de entender a forma correta de escrever é entender a diferença das aplicações. O verbo “assistir” pode ter dois significados distintos:

  • Assistir: ver algo, presenciar algo;
  • Assistir: prestar assistência, ajudar.

Nesse caso, assistir com a preposição significa: “ver”, enquanto assistir sem a preposição significa “ajudar”.

O verbo assistir quando usado no sentido de “ver alguma coisa”, “presenciar algo”, é um verbo transitivo indireto e, portanto, precisa da preposição “a” para seu complemento. Assim sendo, a forma correta é “assistir à televisão”.

Isso porque a preposição vem seguida do artigo. Imagine algo como “assistir “a” (preposição) a (artigo) televisão”. Esse “a” duplicado, portanto, é substituído por um “à” craseado.

Verbo transitivo ou intransitivo

Para entender melhor como escrever corretamente é importante compreender o sentido de verbo intransitivo e transitivo.

Verbos intransitivos são aqueles que não precisam de complemento para dar sentido a frase. Por exemplo:

  • “A ferida fechou”.

O verbo “fechar”, aqui, está em sua forma intransitiva, pois ele deixa muito claro o que a frase significa sem demandar de complemento.

O verbo transitivo, por sua vez, requer um complemento para ter sentido. Veja um exemplo:

  • “Ela fechou a porta”

Ela fechou o que? A porta! Sem o complemento a frase ficaria sem sentido, não estaria clara para quem lê.

Transitivo direto e indireto

Há outra classificação em que o verbo pode ser transitivo direto ou transitivo indireto. Em caso de ser transitivo direto há necessidade de uma preposição, já na segunda situação sim. Veja alguns exemplos abaixo:

  • O médico assistiu o paciente internado;
  • Algumas pessoas assistiram os moradores das enchentes do Rio;

Veja que nas situações mostradas acima, o verbo “assistir” é utilizado no sentindo de “ajudar” e “auxiliar”. Nesses casos, ele é transitivo direto e, portanto, não pede por uma preposição para fazer sentindo. Confira outros exemplos:

  • Somos obrigados a assistir às aulas de matemática;
  • Pedro foi assistir ao jogo de futebol;

Perceba que agora o verbo é empregado no sentindo de “ver” ou “presenciar”. Assim como na situação de assistir televisão ou assistir à televisão, ele é intransitivo e por isso requer a preposição “a”.

Leia também:

Outros exemplos

Sendo assim, os verbos transitivos diretos são aqueles que necessitam do acompanhamento de um objeto direto, mas não de uma preposição. Para saber se o verbo é transitivo direto ou indireto, basta “perguntar” a ele “o quê” ou “quem”? Exemplos:

  • A menina leu o livro do Harry Potter;

A menina leu “o quê?”: O livro do Harry Potter;

  • O motorista do carro atropelou o garoto.

O motorista do carro atropelou “quem?” O garoto.

Nas orações acima, ao perguntar para o objeto “o quê?” ou “quem?”, obtivemos uma resposta direta, sem uso da preposição.

Verbos transitivos indiretos

Já os verbos transitivos indiretos precisam de um objeto indireto. Eles necessitam da preposição justamente para estabelecer a ligação entre verbo e objeto. Sem esse complemento, o verbo permanece incompleto. Confira:

  • Ele não acredita em mim;

Ele não acredita “em quem?”: Em mim.

  • A Júlia não precisa de você;

A Júlia não precisa “de quem?”: De você

O objeto indireto responde perguntas como: “em quem?” “a quem?”, “de quem?”, para justamente indicar o elemento a qual a ação está destinada.

A classificação de um verbo depende do contexto ao qual esse verbo será aplicado, podendo ser direto ou indireto. No caso de assistir televisão ou assistir à televisão, o correto é usar o a craseado, pois, requer uma preposição.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.